[Pipoca e filmes] Episódio de hoje: Romance – O Resultado da Odisséia.

março 16, 2009 at 03:22 5 comentários

Go Forrest, Go !Sabe quando uma coisa acaba levando a outra e a outra e depois a mais outra. Então, comigo isso é algo recorrente, vivo me perdendo dentro da minha própria programação, fora o fato de me perder nas ruas mesmo =D

Eu sei ainda tenho tempo (tinha acabou de dar meia-noite), mas o final de semana já está no final e não conseguir seguir meu planejamento. Não vi todos os filmes e acabei vendo outros.

Vou explicar o que aconteceu para quem quiser saber, amigas que lerem, não liguem se contar essa historia de novo, eu sou esquecida =P

Eu comecei cedo, no sábado a noite vi Goldfidh Memory e emendei na minha minha adorada Amélie, mas isso é fácil, pois eu vejo sempre e é algo que me é natural, não fico com vontade se sair , nem de ir tomar café, nem de dar pause para ver o que está dando na TV. Fui dormir, tive sonhos coloridos como o mundo dos Poulain.

Acordei empolgda, fazendo a dancinha da Cameron Diaz em “As Panteras”, e achando o mundo belo e feliz. Decidi então às 6 da matina começar a ver Dr. Jivago, afinal ele é grandinho. Ahhhh que drama, que barra. Intervalo para escovar os dentes e finalmente tomar café, sorry, isso não é bonito, mas é a realidade. Voltamos a Jivago, o trem vai, a neve cai, Lara, oh! Lara! Fim. Estou com sono, são 9 da manhã, mas tenho de fazer algo para não desistir, entro na internet esbarro em pessoas, né pessoas rsrsrs. Papo vai, papo vem, vou almoçar. Volto a saga mas resolvo ver Duran Duran e seu último DVD, fico furiosa sempre que vejo porque eles não tocam Rio e amo essa música (viram estou dispersa, mas vai melhorar hahahaha).

4 casamentos e 1 funeralResolvo tomar jeito e vou ver Simplesmente Amor, logo de início, me lembro que Love is all around, que é uma das minhas músicas queridinhas e que também toca em outro filme do Hugh Grant, Quatro casamentos e um funeral, que eu amo, mas toca a versão original não essa maluca de natal do Love Actually =D. Com isso me perco de novo e vou ver o quê? Four Weddings and a funeral, Mr. Bean aparece e me alegra, mas choro a cada separação do casal que no fim não casa, e isso é maravilhoso. Como não casar é maravilhoso? Isso só faz sentido para quem viu o filme, não insistam, não vou contar aluguem e vejam o DVD.

No fim, achei engraçado como as coisas acabam acontecendo na vida deles (eu sou intima dos personagens para mim são amigos que visito e re-visito e não é assim com os amigos , voccê vai visitá-los e vira e mexe contam as mesmas histórias rsrsrsrs), como nos achamos algo bom mas na verdade o melhor ainda estar por vir e é completamente diferente do que previamos e esperavamos, algums vezes indo até contra idéias pré-concebidas , coisas que temos como dogmas em nossas vidas, nossas certezas absolutas. Ai acontece o acaso e tudo vem abaixo,  o diferente, como explicar… [pausa para pensar]… nos humanos planejamos tudo e,vira e mexe, não dá certo, por mais que nos esforcemos e às vezes quando estamos perambulando, nos equilibrando, pelo meio fio do destino ocorre o imprevisto, o acaso e bang ! Somos pegas em cheio, sem ter o que fazer, apenas viver.

Em todos os momentos, mas nesse caso especial, nos amores em pauta (não tinham percebido que esse era o tema rsrsrs, nem eu =D) são como as canções, vira e mexe a gente diz que NUNCA vou gostar disso e acabamos gostando, ou quando escutamos uma música, andando na rua ou em um elevador, e ela nos toca de uma maneira que precisamos tê-la, saber mais, saber quem canta… mas nesses casos quase semrpe o locutor não diz o nome no final da música a danada das informações rsrsrsrs. Mas, é mais ou menos isso que eu quis dizer, que cada um fica feliz independente de tudo, desde que o amor seja sincero e verdadeiro, isso é o que une todas essas historias (exceto o Duran Duran rsrsrsrs).  Em Goldfish não existem casamentos, não os previstos em lei, mas todos ficam felizes. já em Amélie Poulain, ela também não casa mas a felicidade dela na pequena mobilete junto ao seu amado…será que tem algo melhor que isso? Quanto ao Jivago, pula….rsrsrsrs. Em Simplesmente tem casamento, mas por exemplo, o que acontece logo no inicio é triste, a música é linda, entrar ou sair da igreja ao som de All You Need Is Love é demais, mas é triste a história da Keira, pois quem tem as idéias apaixonantes não é com quem ela fica no final.

Nossa, quando eu casar quero Love is all around na chegada, All We Need Is Love na saida e na primeira dança Night and Day do bom e velho Frank Sinatra. Ishhhh tá na hora de descer do palquinho, que o surto hoje tá forte kkkkkkkkkkkkkkkk

Ahhhhh mas como eu sou legal e quero dar uma alegria a quem chegou até aqui, bravamente e leu tudo, mesmo não entendendo nada rsrsrs, vou dar presentinhos , oba eu !  \o/\\o//\\o//

Vou colocar uns links, que achei em sites, assim para só ouvir e deletar tá galera, não pode guardar os arquivos =P
São 3 trilhas, todas de filmes que eu amo, dois comentados aqui e um citado em outro post mas não visto, pelo menos não hoje (não achei a trilha de Todas as Cores do Amor, infelizmente, porque Damien Rice cantando Bossa nova e feliz é algo poético demais, but fica para próxima, junto com a de 4 casamentos que  tá por ai “por esse mundão grande sem porteira, só” rsrsrsrs mas é linda.

Chega, galerinha, lá vão é só clicar, espero que não expirem logo, aproveitem rápido, beijos a todos: sintonia de amor

Sintonia de Amor:  Músicas antigas maravilhosas. Versão 01 e Versão 02

Simplesmente Amor: Romance e alegria. Versão 01 e Versão 02

Bônus (já disse que adoro bônus? kkkkkkkkkk): Não tem nada haver co m nada mas eu adoro essa OST, porque me remete a  minha velhice precoce e as músicas antigas que tenho deixado de lado por conta de Interpol, Paramore, Natalie e Dido, eu assumo rsrsrsrs

Forrest Gump cd1:  Versão 01 e Versão 02

Forrest Gump cd2:   Versão 01 e Versão 02

Depois eu conto a minha história sobre Forrest, por enquanto eu tenho de Go, Go Wil, Go ! =D

Abientou

Anúncios

Entry filed under: Cacarecos. Tags: , , , .

[Pipoca e filmes] Episódio de hoje: Romance. [ Makes me Happy] Feist

5 Comentários Add your own

  • 1. Luna  |  março 16, 2009 às 13:43

    ô Disposição cinematográfica heim!

    Eu não é todo dia que aguento ver tantos, ainda mais seguidamente… Tenho que dar várias pausas e pauso no meio dos filmes também, principalmente se eu estiver vendo sozinha.

    Cara, a lista de músicas do meu casamento é imensa. =P Mas “My heart” figura no topo.

    Beijos Erikon…
    (sem consideracion)

    Responder
    • 2. Wil Poulain  |  março 18, 2009 às 13:09

      Sua Paramoreira. =P
      E você vai entrar pulando no casório com uma Guitarra de Guitar Hero na mão, em vez de buquê kkkkkkkkkkkkkkkkkk
      Beijos

      Responder
  • 3. Lorena  |  março 16, 2009 às 20:43

    Minha nossa, eu já assisti TUDO que você citou nesse post, não é fantástico?? =D Também sou uma cinéflica assumida e me perco nos meus filmes, assim como você.
    Começando do começo, Goldfish Memory me tocou logo no início com aquela trilha perfeita de bossa em inglês… O que é aquilo?? Maravilha! E o filme é lindinho, né, vivo indicando aos outros pq adoro filmes de várias histórias entrelaçadas… O que nos leva a Quatro Casamentos e Um Funeral e Simplesmente Amor. Aliás, o segundo está na minha lista de favoritos, eu até tenho o dvd. Já perdi as contas de quantas vezes assisti e, tenho que confessar, eu sempre disse que All You Need is Love tocaria no meu casamento também… MInha história favorita é a do escritor e da faxineira… Meu Deus, que vontade de acreditar num amor como aquele, que vence todas as barreiras! =)
    Confesso também que adoro Doutor Jivago, apesar de suas três horas de duração, eu assisti que nem vi o tempo passar. A verdade é que eu gosto mesmo dessas histórias de amor beeeem sofridas e cheias de encontros e separações! rsrs!
    Amélie… olha a foto do meu perfil! Minha heroína.
    Para fechar o dia (e o comentário) Sinfonia do Amor é uma graça de filme e Forrest Gump, um clássico!

    Adorei, Erika. E vou te linkar no meu blog, viu? Aparece lá. =)
    beijo!

    Responder
    • 4. Wil Poulain  |  março 18, 2009 às 13:06

      Já apareci e já linkei também aqui.
      Não vou comentar o seu comentário, porque senão já viu =P
      Beijos Lorepop

      Responder
  • 5. jurasecreta  |  março 24, 2009 às 18:10

    Eu acho que não tenho disposição pra assistir a tantos filmes num só dia… e confesso que não iniciaria o dia com o Jivago…rs
    Beijão!!!

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Diário de Bordo

março 2009
D S T Q Q S S
    abr »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

Posts recentes

Categorias

Bagagem

Feeds


%d blogueiros gostam disto: